Crítica Todo dia a mesma noite: a dor da falta de Justiça

Era para ser uma noite de festa, dança, alegria. Acabou em uma tragédia em que 242 pessoas foram assassinadas. O incêndio na boate Kiss, na madrugada de 27 de janeiro de 2013, ainda deixou mais de 600 feridos – centenas de vítimas de uma mistura de crime, ganância e desleixo envolvendo desde músicos e proprietários…

Crítica Welcome to Chippendales: sensual e cafona no ponto certo

Se você gosta de Magic Mike – e strippers masculinos de maneira geral –, há uma pessoa a quem agradecer: Somen “Steve” Banerjee, criador do primeiro clube onde homens se despem para mulheres, em Los Angeles. A saga de Steve, contada no livro Deadly Dance: The Chippendales Murders, de K. Scot Macdonald e Patrick MontesDeOca,…

Crítica This Is Going to Hurt: caos, humor e Ben Whishaw excelente

Dramas médicos não costumam ser o que de melhor a televisão tem a nos oferecer. O constante endeusamento dos profissionais e casos que fogem da realidade cotidiana tornam tais produções em um espetáculo de efeito estéril. Temos exceções, óbvio. This Is Going to Hurt é o melhor exemplo delas. Criada por Adam Kay, a minissérie…

Crítica Interview with the Vampire S1: romance gay em foco

A autora Anne Rice, que morreu aos 80 anos no fim de 2021, escreveu mais de 30 livros. O seu maior sucesso foi Interview with the Vampire, obra adaptada para o cinema em 1994 com as presenças de Brad Pitt, Tom Cruise e Antonio Banderas. Se o longa-metragem apenas tinha uma carga homoerótica mascarada, a…

Crítica The White Lotus S2: Sicília e seus encantos

Chegou a hora de fazer um novo check-in. Após o sucesso estrondoso de sua primeira temporada, The White Lotus deixa o Havaí para trás e foca em outro hotel do grupo, este na maravilhosa Sicília, um paraíso italiano que mistura praias deslumbrantes, edificações históricas e uma aristocracia falida. A crítica ácida aos abastados, uma marca…

Crítica Bad Sisters S1: planos frustrados

John Paul (Claes Bang) é um homem asqueroso, machista, manipulativo, mentiroso, cruel, religioso. É a personificação daquilo que chamamos aqui no Brasil de “cidadão de bem”. Ele, no caso, vive na Irlanda – mostrando bem que a performance de cristão pai de família não é um fenômeno local. Seu poder destrutivo faz com que as…

Crítica Somebody Somewhere S1: um arco-íris no Kansas

Há atrações que se destacam pelo alto investimento. Dezenas de milhões gastos para tornar tudo impecável; adicionar efeitos visuais deslumbrantes, comprar figurinos que nos remetem a outras épocas, escalar atores consagrados. Algumas vezes funciona, outras, não. Também temos produções com baixo orçamento. Um olhar mais intimista que geralmente se volta para o dia a dia…

Crítica The Handmaid’s Tale S5: June e Serena arrasam em ano robusto

Parece que já passou um século desde a estreia de The Handmaid’s Tale, série de Bruce Miller adaptada a partir de obra homônima de Margaret Atwood. O flagelo constante de June (Elisabeth Moss) e demais pessoas afetadas por Gilead trouxe um peso por vezes quase insuportável para acompanhar. Com a protagonista finalmente fora do país…

Crítica 1899 S1: trama convulsionada

A série alemã Dark tornou mundialmente conhecidos os nomes de Baran bo Odar e Jantje Friese. Com enredo intrigante e envolvente, a produção ficou marcada como uma das melhores do gênero. Suas duas primeiras temporadas foram praticamente perfeitas. Já a terceira revelou aquele que pode ser o maior problema da dupla criadora: uma corrida convulsionada…

Crítica American Horror Story S11: uma bagunça

Quando estreou, American Horror Story logo se transformou em um fenômeno cultural. Ryan Murphy e Brad Falchuk deram um novo significado à palavra antologia, que se popularizou na televisão não apenas com esta atração, mas tantas outras deles e de outros realizadores. Mesmo no auge de seu sucesso, com uma segunda temporada realmente assustadora, a…

Crítica The Crown S5: a habitual excelência na década de Lady Di

The Crown, série criada pelo indicado ao Oscar Peter Morgan com foco na realeza britânica, sempre foi alvo de críticas, pois dramatiza os acontecimentos que cercam Elizabeth, aquela que representou durante décadas o elo entre o humano e o divino – bem, ao menos para os ingleses, já que o seu reinado certamente estava mais…