Crítica The Good Place S4: paraíso finito

Uma das séries de comédia mais consistentes e inovadoras da televisão chega ao seu fim. The Good Place, de Michael Schur, encerra seu ciclo com a quarta temporada – e nos presenteia com um desfecho sensível. Após serem enganados por Michael (Ted Danson) durante o primeiro ano, Eleanor (Kristen Bell), Chidi (William Jackson Harper), Tahani…

Crítica Unbelievable: vítima desacreditada

Marie sentou exausta à frente dos investigadores. Seu inferno, que ela só queria que acabasse, ainda estava muito longe do fim. Na madrugada anterior, foi violentada sexualmente por um estranho mascarado. Chamou a polícia e teve de repetir várias vezes o que sofreu. Foi desacreditada pelas autoridades, pelos amigos e pelas mães adotivas. Perdeu o…

Crítica Sex Education S2: frescor juvenil

A difícil tarefa de falar sobre sexo. Ou melhor, a nem tão difícil tarefa de falar sobre sexo. Quem sabe, em verdade, seja uma tarefa muito fácil que apenas se torna complicada em sociedades repressivas. Sex Education, série criada por Laurie Nunn, mostra que a última opção é a mais válida. Em sua segunda temporada,…

Crítica The Crown S3: nova fase

Após duas temporadas primorosas sob o comando firme de Claire Foy no papel da rainha Elizabeth II, o drama The Crown, criado e roteirizado por Peter Morgan, está de volta para abordar uma nova época histórica, agora com a vencedora do Oscar Olivia Colman como protagonista. O padrão de excelência é mantido não apenas por…

Crítica The Politician S1: mistura sem grande impacto

Imagine pegar uma pitada de Glee, adicionar doses generosas de House of Cards e um tanto de Sharp Objects. O resultado disso já tem nome – e chama-se The Politician, série excêntrica criada por Ryan Murphy, Brad Falchuk e Ian Brennan. O primeiro trabalho do trio para a Netflix nos mantêm entretidos durante os oito…

Crítica Stranger Things S3: qualidade constante

Stranger Things, uma criação dos irmãos Duffer, transformou-se num tremendo sucesso desde o seu lançamento. Uma das produções mais cultuadas da Netflix, a série conseguiu fisgar público e crítica com uma trama envolvente, misteriosa, divertida e nostálgica. Os anos 1980 apresentados em tela são o convite perfeito para embarcarmos todos juntos em uma aventura com…

Crítica Glow S3: anseio por avanços

Vegas, baby! Após um começo difícil em Los Angeles, as Gorgeous Ladies of Wrestling mudam-se para o deserto, em Nevada. O que era pra ser uma estadia curta transforma-se em um contrato para o ano todo. Estamos em 1986 e, como não poderia deixar de ser, é hora de trazer muita cor e extravagância para…

Crítica La Casa de Papel S3: fórmula repetida

Era para ser um único roubo. O grande sucesso, tanto dentro quanto fora da tela, fez com que o assalto à Casa da Moeda da Espanha não fosse o último. Outro mirabolante plano já fora arquitetado há tempos. Bastava um motivo qualquer para ser posto em prática. Se antes fabricaram muitas cédulas de dinheiro, desta…

Crítica Orange Is the New Black S7: difícil recomeço

Uma das séries da Netflix mais reconhecidas pela crítica e pelo público encerrou a sua trajetória. Orange Is the New Black, uma produção de Jenji Kohan desenvolvida a partir da biografia de Piper Kerman, fechou o seu ciclo com a exibição da sétima temporada. A atração certamente teve um caminho de altos e baixos. Começou…

Especial: Dark, a vinda de Jesus e a morte de Deus

A série alemã Dark, de Baran bo Odar e Jantje Friese, conseguiu fisgar o público com sua trama complexa e intrigante. A atração chegou, por exemplo, a alcançar o topo dos shows televisivos mais populares no IMDB. A ciência está fortemente presente no enredo, que traz diferentes linhas temporais e personagens viajando entre elas por…

Crítica 3% S3: a consolidação

A série 3% nasceu com certa expectativa: era a primeira produção original da Netflix desenvolvida no Brasil. Apesar de alguns pontos a serem melhorados, fez sucesso com o público e garantiu renovação. Além disso, abriu as portas para outras atrações daqui, como a recente Coisa Mais Linda. Chegou o segundo ano e tivemos uma visível…

Crítica Black Mirror S5: uma leva que não entusiasma

Costumamos dizer que menos é mais. Ou seja, no mundo das séries reduz-se o número de episódios para, consequentemente, aumentar a qualidade do material. Uma premissa válida em muitos casos. Todavia, falha em outros. Um exemplo recente é Game of Thrones, que tentou condensar uma trama muito complexa em lamentáveis seis capítulos e não teve…