Crítica O Matador: completamente dispensável

Na primeira metade do século XX, no sertão de Pernambuco, Cabeleira, após ser deixado no meio do nada ainda bebê, é resgatado por Sete orelhas, que o cria isolado da civilização. Já adulto, o protagonista vai à cidade procurar pelo pai adotivo, que desapareceu, e acaba tornando-se o matador de Monsieur Blanchard, francês que domina…

Crítica The Sinner: traumas e seus reflexos

Uma jovem mulher que se preocupa com o marido e o filho pequeno, está indo bem no trabalho e leva uma vida aparentemente tranquila. Certo dia, durante passeio no lago, escuta uma música que a perturba, dirigi-se até o casal próximo a ela e mata o homem golpeando-o repetidas vezes com uma faca até então…

Especial: 5 personagens insuportáveis de The O.C.

A vida do jovem Ryan Atwood (Benjamin McKenzie) mudou profundamente quando ele foi morar com a família Cohen em Newport Beach. Sob a guarda de Sandy (Peter Gallagher) e Kirsten (Kelly Rowan), viveu uma montanha-russa de emoções na companhia de Seth (Adam Brody), Summer (Rachel Bilson) e o amor da sua vida, Marissa (Mischa Barton)….

Crítica Stranger Things S2: incrível aventura pelo mundo invertido

Esqueça por um tempo a existência de tantos aparatos tecnológicos cada vez mais modernos e volte a pensar que é preciso rebobinar a fita antes de ser devolvida, caso contrário paga-se multa. Como assim Lady Gaga e Beyoncé? Estamos nos anos 1980, a música é outra. Com um ar nostálgico capaz de fisgar até mesmo…

Crítica Mindhunter S1: apática

Na década de 1970, nos Estados Unidos, uma unidade do FBI deixa de lado a ideia de que as pessoas nascem más e entrevistam vários criminosos que cometeram atos nefastos para traçar seus perfis, saber suas trajetórias e, mais tarde, usar isso para compreender o que eles passaram a denominar de serial killers. Baseada na…

Crítica First They Killed My Father: jornada de dor

A ditadura comunista de Khmer Rouge promoveu, na década de 1970, o genocídio de cerca de um quarto da população do Camboja à época. Famílias foram destroçadas, entre elas a de Loung Ung, que escreveu sobre os horrores vividos. A autora juntou-se a Angelina Jolie para fazer o roteiro de First They Killed My Father:…

Crítica BoJack Horseman S4: uma série assustadoramente humana

Ele é um ator que vive do passado, alcoólatra e usuário de drogas mais pesadas. Não consegue manter um relacionamento saudável com ninguém e já perdeu as contas de quantos seres próximos a ele já machucou. Tem uma relação conflituosa com a mãe esquizofrênica e não faz a mínima questão de esconder seu desejo de…

Crítica The Mist S1: narrativa questionável

Entre os autores cultuados vivos, Stephen King certamente é um dos mais adaptados para o cinema e a televisão. A quantidade, sobretudo, não está tão alinhada assim à qualidade. Por mais que tenhamos grandes obras como À Espera de um Milagre e Um Sonho de Liberdade, de Frank Darabont, há fracassos como o recente A…

Crítica Death Note: pasteurização feita no piloto automático

O mangá Death Note, que é escrito por Tsugumi Ohba e ilustrado por Takeshi Obata, tem como figura central Light, estudante que descobre um caderno sobrenatural com o qual pode matar pessoas se os nomes forem escritos nele enquanto o portador estiver visualizando mentalmente o rosto de quem quer assassinar. O material fez sucesso e…

Crítica Better Call Saul S3: avanços sem sobressaltos

Quando chegou ao seu episódio final, sabíamos que Breaking Bad, série de Vince Gilligan, já havia entrado para a história como uma das produções televisivas mais brilhantes de todos os tempos. Do roteiro costurado com calma à direção primorosa, das atuações premiadas à fotografia exemplar, foi um trabalho como poucos. Para alegria dos fãs, logo…

Crítica Os Defensores S1: irregular

Quando estreou a primeira temporada de Demolidor, em 2015, foi realmente emocionante. Desde o princípio, Charlie Cox teve um ótimo desempenho ao interpretar Matt Murdock, o demônio de Hell’s Kitchen, e a história avançou de maneira eletrizante. Com a vinda de Jessica Jones, a qualidade permaneceu elevada. Krysten Ritter está perfeita como a protagonista, que…

Crítica Atypical S1: cativante

Pessoas preconceituosas costumam dizer que o politicamente correto está deixando o mundo chato. Ficam incomodadas com a reação de quem sempre foi alvo de um humor rasteiro. Elas estão erradas, claro, e Atypical, série criada por Robia Rashid, é mais uma prova de que é possível fazer comédia de uma maneira inclusiva e respeitosa. Em…