Especial: Troféu Temp 2020

Pandemia, isolamento, apreensão. Tivemos em 2020 um verdadeiro teste para a nossa saúde mental – como se os anos anteriores já não tivessem sido ruins o suficiente. Em cenário de tanto caos, a cultura mostrou-se mais importante do que nunca. Coube a ela apaziguar corações e manter aceso o espírito de luta. Após Years and…

Crítica Normal People: a crueza do amor

A premissa não me chamou atenção, tampouco gostei do título. Tais fatores afastaram-me durante bom tempo de Normal People, minissérie baseada no livro homônimo escrito por Sally Rooney. O sucesso da obra televisiva, todavia, fez com que eu acabasse rendendo-me ao romance entre Marianne Sheridan (Daisy Edgar-Jones) e Connell Waldron (Paul Mescal), personagens que se…

Crítica The Queen’s Gambit: um poderoso xeque-mate

Para quem já jogou xadrez, inclusive participando de algumas competições locais, fica a impressão de que estamos falando de um esporte ótimo, que desafia a mente de maneira viciante, mas que pode parecer monótono para quem apenas acompanha. Logo, produzir qualquer atração focada na ascensão de uma enxadrista soa um movimento ariscado. Todavia, The Queen’s…

Crítica Mrs. America: submissão

De um lado, o casal progressista que há pouco estava brigando no camarim. Do outro, marido e mulher conservadores em uma relação aparentemente inabalável. Frente a frente, debatem ao vivo, na televisão, a necessidade de passar ou não a Emenda dos Direitos Iguais (Era, sigla em inglês para Equal Rights Amendment). Este momento, um dos…

Crítica The Sinner S3: apática e nada crível

Minissérie criada para ter uma única temporada, The Sinner fez tanto sucesso que ganhou continuação. A produção desenvolvida por Derek Simonds trouxe de volta Harry Ambrose (Bill Pullman), detetive encarregado da missão de solucionar diferentes crimes. Em sua terceira temporada, a história gira ao redor de Jamie (Matt Bomer), professor que está prestes a ser…

Crítica Little Fires Everywhere: didática e decepcionante

Little Fires Everywhere, minissérie criada por Liz Tigelaar a partir de livro homônimo de Celeste Ng, tem os elementos necessários para um bom drama televisivo. Conflitos familiares, tensões raciais, descoberta da própria sexualidade, discussões sobre maternidade e diferentes mistérios a serem revelados ao decorrer dos oito episódios. Parece, dada a premissa e acrescentada a presença…

Crítica Hollywood: da realidade ao sonho

Ryan Murphy tem sido muito eficaz em dramatizar histórias reais na televisão. Dois bons exemplos são Feud e American Crime Story. Enquanto a primeira minissérie trouxe o confronto épico entre Bette Davis e Joan Crawford, a segunda nos apresentou os casos policiais envolvendo O.J. Simpson e Gianni Versace. Ao lado de Ian Brennan, desta vez…

Crítica Unorthodox: libertação

Imagine viver em uma comunidade na qual a religião molda o cotidiano. As mulheres têm uma vida de submissão e os homens espelham o comportamento arcaico dos seus antepassados. E tudo isso se passa em Williamsburg, no Brooklyn, Nova York. Inspirada na autobiografia Unorthodox: The Scandalous Rejection of My Hasidic Roots, de Deborah Feldman, a…

Crítica The English Game: uma partida sem gol

Futebol é, sem sombra de dúvidas, o esporte mais popular do mundo. São cerca de quatro bilhões de fãs ao redor do globo. O Brasil está entre as nações onde a modalidade tem muita popularidade. No entanto, apesar de ser considerado o país do futebol, não é o seu berço. Com o intuito de resgatar…

Crítica Unbelievable: vítima desacreditada

Marie sentou exausta à frente dos investigadores. Seu inferno, que ela só queria que acabasse, ainda estava muito longe do fim. Na madrugada anterior, foi violentada sexualmente por um estranho mascarado. Chamou a polícia e teve de repetir várias vezes o que sofreu. Foi desacreditada pelas autoridades, pelos amigos e pelas mães adotivas. Perdeu o…

Especial: Troféu Temp 2019

Um ano conturbado. Definitivamente, 2019 mostrou-se um teste para a nossa saúde mental. Líderes loucos, xenofobia, racismo, LGBTfobia. Foram diferentes pontos problemáticos. Em meio ao caos, a ficção abraçou o seu papel transformador e fez tanta dor virar arte. Foram muitas as atrações que renovaram nossas esperanças em um mundo melhor – e, abaixo, o…

Crítica Years and Years: os descaminhos da política

Mostrar um futuro distópico é assunto recorrente no cinema e na televisão. Há bons exemplos, como Mad Max e, mais recentemente, The Handmaid’s Tale, que conseguem transmitir diferentes mensagens. Atualmente, a ascensão de políticos populistas a postos de projeção mundial, como os casos de Trump e Johnson, faz com que o vislumbre de como serão…