Crítica Stranger Things S3: qualidade constante

Stranger Things, uma criação dos irmãos Duffer, transformou-se num tremendo sucesso desde o seu lançamento. Uma das produções mais cultuadas da Netflix, a série conseguiu fisgar público e crítica com uma trama envolvente, misteriosa, divertida e nostálgica. Os anos 1980 apresentados em tela são o convite perfeito para embarcarmos todos juntos em uma aventura com…

Crítica Glow S3: anseio por avanços

Vegas, baby! Após um começo difícil em Los Angeles, as Gorgeous Ladies of Wrestling mudam-se para o deserto, em Nevada. O que era pra ser uma estadia curta transforma-se em um contrato para o ano todo. Estamos em 1986 e, como não poderia deixar de ser, é hora de trazer muita cor e extravagância para…

Crítica La Casa de Papel S3: fórmula repetida

Era para ser um único roubo. O grande sucesso, tanto dentro quanto fora da tela, fez com que o assalto à Casa da Moeda da Espanha não fosse o último. Outro mirabolante plano já fora arquitetado há tempos. Bastava um motivo qualquer para ser posto em prática. Se antes fabricaram muitas cédulas de dinheiro, desta…

Crítica Killing Eve S2: sedução e perigo

Ela é sedutora. Podemos dizer que também é divertida, a seu modo. Muito inteligente, tanto que pode facilmente se aborrecer com as pessoas. Ótima no seu trabalho, apesar de desnecessariamente chamativa. Também é uma psicopata que não pensa duas vezes ao decidir matar alguém. Villanelle (Jodie Comer) é a vilã pelo qual tanto pedimos –…

Crítica Aruanas S1: luta contra o retrocesso

Julho de 2019 atingiu a triste marca de mês mais quente já registrado no planeta Terra. A deglaciação está crescendo assustadoramente e tende a aumentar o nível dos oceanos, além de liberar o dióxido de carbono e o gás metano que estão presos sob o gelo, retroalimentando o fenômeno do aquecimento global. O clima está…

Crítica Big Little Lies S2: o preço da mentira

A mentira geralmente tem um preço alto a ser pago. Por mais que possa ser, em muitas ocasiões, a escolha mais confortável, as chances de que seja descoberta sempre são mais altas do que imaginamos. Outro problema é que, mesmo se não for descoberta, podemos ser consumidos internamente por ela. A consequência de contar uma…

Crítica Euphoria S1: as lágrimas de Rue

Euphoria, drama da HBO que recentemente exibiu o oitavo e último episódio da primeira temporada, causou alvoroço em sua estreia. Aparentemente é muito chocante ver um punhado de pênis, além de mostrar jovens norte-americanos perdidos em uma rotina com sexo e drogas. A atração criada por Sam Levinson prometia cenas ainda mais fortes no decorrer…

Crítica Orange Is the New Black S7: difícil recomeço

Uma das séries da Netflix mais reconhecidas pela crítica e pelo público encerrou a sua trajetória. Orange Is the New Black, uma produção de Jenji Kohan desenvolvida a partir da biografia de Piper Kerman, fechou o seu ciclo com a exibição da sétima temporada. A atração certamente teve um caminho de altos e baixos. Começou…

Especial: Dark, a vinda de Jesus e a morte de Deus

A série alemã Dark, de Baran bo Odar e Jantje Friese, conseguiu fisgar o público com sua trama complexa e intrigante. A atração chegou, por exemplo, a alcançar o topo dos shows televisivos mais populares no IMDB. A ciência está fortemente presente no enredo, que traz diferentes linhas temporais e personagens viajando entre elas por…

Crítica 3% S3: a consolidação

A série 3% nasceu com certa expectativa: era a primeira produção original da Netflix desenvolvida no Brasil. Apesar de alguns pontos a serem melhorados, fez sucesso com o público e garantiu renovação. Além disso, abriu as portas para outras atrações daqui, como a recente Coisa Mais Linda. Chegou o segundo ano e tivemos uma visível…

Crítica Black Mirror S5: uma leva que não entusiasma

Costumamos dizer que menos é mais. Ou seja, no mundo das séries reduz-se o número de episódios para, consequentemente, aumentar a qualidade do material. Uma premissa válida em muitos casos. Todavia, falha em outros. Um exemplo recente é Game of Thrones, que tentou condensar uma trama muito complexa em lamentáveis seis capítulos e não teve…

Crítica Dark S2: a luta contra o deus do tempo

A dor é o seu navio. O desejo é a sua bússola. E só disso que o homem é capaz. Passagens como essa dizem muito não apenas sobre os personagens que as falam, mas também sobre a atração onde estão inseridos: Dark, série alemã da Netflix criada por Baran bo Odar e Jantje Friese. A…