Crítica O Matador: completamente dispensável

Na primeira metade do século XX, no sertão de Pernambuco, Cabeleira, após ser deixado no meio do nada ainda bebê, é resgatado por Sete orelhas, que o cria isolado da civilização. Já adulto, o protagonista vai à cidade procurar pelo pai adotivo, que desapareceu, e acaba tornando-se o matador de Monsieur Blanchard, francês que domina…

Crítica First They Killed My Father: jornada de dor

A ditadura comunista de Khmer Rouge promoveu, na década de 1970, o genocídio de cerca de um quarto da população do Camboja à época. Famílias foram destroçadas, entre elas a de Loung Ung, que escreveu sobre os horrores vividos. A autora juntou-se a Angelina Jolie para fazer o roteiro de First They Killed My Father:…

Crítica Death Note: pasteurização feita no piloto automático

O mangá Death Note, que é escrito por Tsugumi Ohba e ilustrado por Takeshi Obata, tem como figura central Light, estudante que descobre um caderno sobrenatural com o qual pode matar pessoas se os nomes forem escritos nele enquanto o portador estiver visualizando mentalmente o rosto de quem quer assassinar. O material fez sucesso e…

Crítica To the Bone: um retrato difícil sobre anorexia

Quando foi publicado o trailer de To the Bone, filme escrito e dirigido por Marti Noxon, houve polêmica. Muitas pessoas estavam preocupadas que a obra iria romantizar a anorexia. De fato, a música descolada e as piadas sobre peso davam um indicativo nada legal. Quer um conselho? Não assista aos trailers. Eles geralmente têm uma…

Crítica Okja: insensibilidade humana

Antes mesmo de ser disponibilizado na Netflix, o filme Okja, de Joon-ho Bong, já era peça central de uma polêmica. Sua passagem pelo Festival de Cannes inclusive foi um dos motivos para que as regras para participar do evento fossem alteradas. Todo o drama ao redor do fato da Netflix não exibir seus dois concorrentes…

Artigo: Netflix desafia o mercado cinematográfico

A Netflix protagoniza o que provavelmente será a maior polêmica do Festival de Cannes de 2017. Sua decisão de não exibir em salas de cinema francesas os dois filmes em competição gerou rápido movimento em resposta. Para Pedro Almodóvar, presidente do júri deste ano, a nova forma de consumo não pode tentar substituir as já…

Crítica The Rocky Horror Picture Show: essência trash que se esvai

Há uma escolha primordial que deve ser feita ao querer contar qualquer história: levar-se a sério ou abraçar a loucura – o que pode ser deliciosamente divertido. O primeiro The Rocky Horror Picture Show, musical de 1975, dirigido por Jim Sharman e baseado numa peça teatral, deixa-se envolver pela essência trash, trazendo contornos inusitados que…

Crítica Behind the Candelabra: sexualidade e negação

A HBO, reconhecida pelas suas produções de qualidade, costuma nos presentear com telefilmes que abordam personagens e momentos históricos. Nos últimos anos, exibiu, por exemplo, o comovente The Normal Heart, sobre a epidemia de AIDS nos EUA; o ótimo Bessie, com Queen Latifah encarnando a legendária cantora de blues Bessie Smith; e, mais recentemente, o…