Crítica What We Do in the Shadows S3: consistente

What We Do in the Shadows, série criada por Jemaine Clement a partir de filme homônimo, é um trabalho interessante. Chegou sem grande estardalhaço, mas aos poucos se fez ser notado. Atualmente em sua terceira temporada, consegue manter o humor de sempre e expandir o universo de criaturas bizarras. Eu já vi muitas representações de…

Crítica Emily in Paris S2: insossa

A primeira temporada de Emily in Paris foi curiosa. Apesar do roteiro capenga, a beleza da capital francesa e o figurino utilizado pela protagonista interpretada por Lily Collins conseguiram dar o charme necessário para a série ser um bom passatempo. Em seu segundo ano, a produção ainda tem esses dois pontos positivos, sendo que a…

Crítica Only Murders in the Building S1: encantadora

Após uma suspeita morte ocorrer no prédio The Arconia, em Nova York, os moradores são evacuados às pressas e três deles, Charles-Haden Savage (Steve Martin), Mabel Mora (Selena Gomez) e Oliver Putnam (Martin Short), descobrem que têm algo em comum: o amor por um podcast sobre crime real chamado All Is Not OK in Oklahoma,…

Crítica Reservation Dogs S1: estreia robusta

Criada por Sterlin Harjo e Taika Waititi, a série Reservation Dogs  é uma celebração ao povo nativo norte-americano. Filmada em Oklahoma, a produção dá poder aos indígenas, que dominam o trabalho na tela e atrás das câmeras. Na história, os adolescentes Elora Danan Postoak (Devery Jacobs), Bear Smallhill (D’Pharaoh Woon-A-Tai), Cheese (Lane Factor) e Willie…

Crítica The Great S2: a sucessora de Veep

Catherine the Great foi uma figura emblemática que governou a Rússia durante os anos de 1762 a 1796. Amante da cultura e da educação, a imperatriz ascendeu ao trono após dar um golpe no próprio marido, Peter III. Foi a líder mulher que passou mais tempo no poder naquele país – o que explica bem…

Crítica Ted Lasso S2: sem o mesmo brilho

Com o seu jeito amável, Ted (Jason Sudeikis) chegou sem fazer estardalhaço. No fim do campeonato, mesmo sem uma trajetória positiva dentro de campo, venceu de goleada e cativou nossos corações. O protagonista-título de Ted Lasso, comédia da Apple TV+ criada por Brendan Hunt, Joe Kelly e Bill Lawrence, fez o público e a crítica…

Crítica Sex Education S3: divertida e necessária

Meninas em uma sala, meninos em outra. Conversas sobre gravidez na adolescência e abstinência sexual. No vídeo mofado, um discurso arcaico com pitadas de homofobia. Como a escola do sexo virou-se para o passado dessa forma? Em sua terceira temporada, Sex Education, série da Netflix criada por Laurie Nunn, continua divertida e necessária como nos…

Crítica Squid Game S1: mais um sucesso da cultura sul-coreana

Quem lembra do fenômeno chamado Gangnam Style? Primeiro vídeo a atingir a impressionante marca de um bilhão de visualizações no Youtube, a música do rapper sul-coreano Psy foi um presságio do que estava por vir. O k-pop não demorou a tomar conta da música, com exemplos como BTS e Blackpink. Não só isso, o país…

Crítica Shrill S3: gordofobia no centro das discussões

Após três temporadas, chega ao fim a comédia Shrill, criada por Aidy Bryant, que também protagoniza, Alexandra Rushfield e Lindy West. Um caminho percorrido de modo simpático e honesto, mas sem nunca alçar o voo para o qual parecia ter potencial. Em seu terceiro ano, que foi desenvolvido sem o intuito de ser o último,…

Crítica Never Have I Ever S2: cruel

Uma das novas queridinhas da Netflix, a série Never Have I Ever voltou para sua segunda temporada após um bom primeiro ano. Criada por Lang Fisher e Mindy Kaling, a produção acompanha os dramas de Devi (Maitreyi Ramakrishnan), adolescente indiana que vive nos EUA e se recupera da dor da perda do pai. A atração…

Crítica Pose S3: um marco televisivo

Uma celebração à diversidade queer. Pose estreou quebrando barreiras ao trazer o maior elenco trans já visto em uma produção televisiva. As atrizes não apenas nos encantaram, mas ganharam ainda mais visibilidade a partir do segundo ano, quando Evan Peters, Kate Mara e James Van Der Beek saíram de cena para os holofotes se voltarem…

Crítica Love, Victor S2: melhor e mais complexa

Love, Victor, série teen criada por Isaac Aptaker e Elizabeth Berger, ambientada no mesmo universo do filme Love, Simon, está de volta – e em melhor forma na sua segunda temporada. A comédia dramática dá continuidade à história após Victor (Michael Cimino) revelar sua homossexualidade para os pais. Isabel Salazar (Ana Ortiz), a mãe, é…