Crítica Small Axe: racismo britânico

Diretor das obras-primas Hunger, Shame e 12 Years a Slave, Steve McQueen há tempos mostra ser um dos grandes nomes de sua geração. Vencedor nos festivais de Veneza, Cannes e Toronto, com prêmios do Oscar e Bafta, não por menos despertou meu interesse imediato ao comandar o projeto Small Axe, antologia dividida em cinco filmes….

Crítica The Mandalorian S2: previsível

Primeira incursão do universo Star Wars no serviço de streaming Disney+, The Mandalorian, série criada por Jon Favreau, acompanha as aventuras de Din Djarin (Pedro Pascal) e Grogu – também conhecido como Baby Yoda –, criança conectada à Força e perseguida por Moff Gideon (Giancarlo Esposito). A produção foi um sucesso desde o seu lançamento….

Crítica Them S1: terror, racismo e violência

Após um crime brutal, a família Emory, com integrantes negros, deixa a Carolina do Norte para trás e muda-se para um bloco com apenas pessoas brancas em Compton, na Califórnia. Estamos na década de 1950, durante a chamada Segunda grande migração, quando mais de cinco milhões de afro-americanos abandonaram o sul de Jim Crow em…

Crítica Os últimos dias de Gilda: terror neopentecostal

Gilda é uma mulher que transa com quem bem quiser na hora que sentir vontade. Dona do seu corpo e da sua vida. Preza pela sua independência e trata com carinho os familiares, amigos e companheiros. Em uma sociedade sadia, a protagonista de Os últimos dias de Gilda, série original do Canal Brasil criada e…

Crítica Chilling Adventures of Sabrina S4: duplamente frustrante

Se ter uma Sabrina (Kiernan Shipka) é bom, duas é melhor, certo? Errado. Em sua quarta e última temporada na Netflix, a série Chilling Adventures of Sabrina mostrou-se uma verdadeira decepção. Após um primeiro ano promissor e segundo de tirar o fôlego, tivemos boa queda no terceiro e, agora, atingimos o fundo do poço. Pouco…

Crítica Bridgerton S1: linda e dispensável

De Ariana Grande a Billie Eilish, hits modernos transformados com toques clássicos. A trilha musical de Bridgerton, série de época criada por Chris Van Dusen a partir dos romances de Julia Quinn, melhor exemplifica o tom da produção. A era georgiana é trazida à tela em sua melhor forma, com uma direção de arte impecável,…

Crítica The Great S1: humor e golpe

Catherine, a Grande, era alemã. Quando chegou em São Petersburgo, todavia, já era russa em seu coração – tanto que se converteu à religião ortodoxa e deixou para trás o nome de batismo, Sophie of Anhalt-Zerbst. Casou-se ainda adolescente com o príncipe Peter III, em 1745. A tumultuosa relação deu frutos, entre eles Paul I,…

Crítica Normal People: a crueza do amor

A premissa não me chamou atenção, tampouco gostei do título. Tais fatores afastaram-me durante bom tempo de Normal People, minissérie baseada no livro homônimo escrito por Sally Rooney. O sucesso da obra televisiva, todavia, fez com que eu acabasse rendendo-me ao romance entre Marianne Sheridan (Daisy Edgar-Jones) e Connell Waldron (Paul Mescal), personagens que se…

Crítica I May Destroy You S1: o vazio e o livro

Com bloqueio criativo e prazo prestes a acabar para entregar algum material para seus agentes, a escritora Arabella decide ir a uma festa com seus amigos e espairecer momentaneamente. No local, sem perceber, uma droga é posta em sua bebida. O responsável, que ela não conhece, leva-a alterada para o banheiro e a estupra. O…

Crítica Lovecraft Country S1: entre a seriedade e a infantilidade

Howard Phillips Lovecraft (1890-1937) foi um escritor de horror e literatura fantástica que criou os mitos de Cthulhu, um panteão de monstros sobrenaturais que influenciou gerações e teve a colaboração de escritores do gênero. Sua escrita cheia de inimigos, apesar de ter um pé na imaginação, deixava o outro enterrado profundamente em sentimentos bem humanos….

Crítica Raised by Wolves S1: conflito em novo planeta

Após a Terra tornar-se inabitável, um cientista ateu envia dois androides para o planeta Kepler-22b. A missão deles é criar crianças humanas e, distante de todo o terror da grande guerra, fazer nascer uma nova civilização. O local – palco central da trama de Raised by Wolves, série dramática de Aaron Guzikowski com envolvimento de…

Crítica Grand Army S1: será que sou um bom ser humano?

Adolescentes com diferentes origens, vivências, personalidades, dificuldades. Um universo de ternura e sofrimento representado em Grand Army, nome do novo drama da Netflix e da escola onde se passa boa parte da trama. Criada por Katie Cappiello, a série acompanha Joey Del Marco (Odessa A’zion), jovem feminista com traços de líder; Dominique Pierre (Odley Jean),…