Especial: 10 casais gays da ficção que amamos

O mundo das séries tem evoluído bastante nos últimos anos no que se refere a representações queer. Não somos mais apenas o melhor amigo do protagonista, o alívio cômico, o coadjuvante que morre sem se assumir direito. Temos arcos melhor desenvolvidos. Contamos nossas próprias histórias. Viramos protagonistas.

Mais adiante, o Temp espera fazer especiais para as outras letrinhas do LGBTQIAP+, mas agora vai deter-se na segunda delas, o G – enquanto homem gay, gostaria de compartilhar com todos a alegria de ver produções que contam histórias de amor homoafetivas.

Abaixo, listo 10 casais pelo qual torcemos e, em vídeo, trago uma cena marcante de cada um deles.

Isak e Even (Skam)

O casal que fez eu querer escrever este especial. A terceira temporada da produção norueguesa é centrada no início do romance de Isak e Even. Na caminhada para a aceitação, Isak é até mesmo capaz de ser homofóbico com o colega de apartamento – algo triste, mas que enriquece a discussão sobre lgbtfobia, pois há muitos gays que acabam reproduzindo falas preconceituosas e precisamos confrontar isso. Além disso, a bipolaridade de Even dá uma camada adicional à história. Não por menos foi a temporada mais popular da produção.

Kurt e Blaine (Glee)

Tem como um casal que ambos sabem cantar não ser fofo? Glee, de modo geral, foi importante para a visibilidade de minorias. À época do seu lançamento, lá em 2009, apesar de não parecer tão distante, as atrações eram mais contidas para abordar romance gay na TV aberta. Kurt também é afeminado, o que traz uma dose extra de preconceito a ser enfrentado. Ver ele ser feliz ao lado de outro homem é lindo – até mesmo porque, ainda hoje, algumas atrações nem ao menos cogitam felicidade no amor para quem estiver fora do padrão heteronormativo.

Patrick e Richie (Looking)

Outro casal fofo – e quase sem final feliz por causa do Kevin e da HBO. Felizmente, após cancelar a atração na segunda temporada, o canal fez um telefilme que pode dar o merecido desfecho que queríamos para o barbeiro de sorriso mais encantador do mundo e seu príncipe desencantado.

Wilhelm e Simon (Young Royals)

Nova sensação da Netflix, a segunda produção norueguesa da lista é simplesmente encantadora. O casal tem química em tela e não há como não torcer pelo amor entre o príncipe e o plebeu. Mal posso esperar pela continuação da história.

Victor e Benji (Love, Victor)

Outra produção que também está no ar – inclusive foi renovada para a terceira temporada recentemente. Spin-off do filme Love, Simon, a série tem um primeiro ano bom, mas mostra para o que veio mesmo no segundo, quando passa da fase da saída do armário. Victor e Benji são lindos e tão fofos que dá até vontade de morder.

David e Keith (Six Feet Under)

Um casal pelo qual torci muito. Como a trama de Alan Ball é mais madura e sombria, obviamente David e Keith trilharam uma caminhada mais difícil. Guardo eles com afeto e foi uma representatividade importante para o início dos anos 2000.

Mitchell e Cameron (Modern Family)

Tenho meus problemas com o humor da série, inclusive a abandonei pelo caminho, mas é inegável que este casal é importante para o mundo da ficção. A cena do casamento deles ficará para sempre em minha memória.

Lito e Hernando (Sense8)

Enredo? Esqueça isso. Aqui deixamos a trama de lado e focamos nos momentos quentes da série, que são vários. Ainda que não seja o foco da atração – ela teve algum? –, o casal tem química e é muito fofo. Vale ser mencionado.

Titus e Mikey (Unbreakable Kimmy Schmidt)

Titus roubou a série para si. O personagem transformou-se no queridinho do público e ganhou um merecido romance com o italiano mais charmoso da construção. O casal merecia um spin-off só seu.

David e Patrick (Schitt’s Creek)

Aclamada pela crítica e pelo público, a série nos fez gargalhar muito com Moira e morrer de amores pelo casal David e Patrick. São vários momentos fofos para guardarmos no coração e lembrarmos por que essa comédia canadense ganhou o mundo.

Gostou dos casais selecionados? Avise se algum que você ama ficou de fora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s