Especial: quem merece vencer no Emmy 2018

A 70ª edição do Emmy está chegando e é hora do Temporada falar sobre quem merece vencer, quem não merece e nomes que deveriam ter sido indicados. Neste ano, as produções de maior destaque são Game of Thrones, com 22 indicações, Westworld, 21, The Assassination Of Gianni Versace: American Crime Story, 18, e Atlanta, 16.

Pela primeira vez em mais de uma década, a HBO não é o canal mais lembrado – posto assumido pela Netflix, que conseguiu colecionar 112 indicações. Todavia, nem sempre isso se traduz em mais vitórias. Abaixo, confira a opinião do Temp nas principais categorias:

 

Melhor série de drama

The Handmaid’s Tale

Game of Thrones

This Is Us

The Crown

The Americans

Stranger Things

Westworld

 

Quem merece vencer: esta categoria está particularmente interessante neste ano. Todas as produções são boas e, ao mesmo tempo, nenhuma consegue se sobressair às demais indiscutivelmente. Game of Thrones tem uma monstruosa produção de beleza impecável e roteiro que, pela primeira vez em sua jornada, não soube estar à altura da qualidade técnica. The Crown reúne um texto afiado, elenco formidável e reconstituição de época primorosa, mas conta uma história sem muito apelo para o atual momento que vivemos. The Americans soube concluir sua trama da melhor forma possível. Entretanto, nunca realmente chegou a empolgar como as demais do grupo. Stranger Things é tão doce, nostálgica e leve, uma escolha segura demais para representar o que de melhor é feito na TV. This Is Us é sensível e envolvente. No entanto, parece uma fórmula padrão para nos fazer chorar. Westworld é outra superprodução da HBO com belíssimo trabalho de produção, mas com roteiro um pouco duvidoso. Acaba restando The Handmaid’s Tale, que pode até ter uma segunda temporada não tão perfeita quanto foi a primeira, mas ainda assim entregou um material extremamente relevante e bem trabalhado.

Quem não merece vencer: nenhuma das indicadas é ruim. Mesmo que alguma vitória, como a de This Is Us, pudesse soar estranha, não seria exatamente o fim do mundo.

Quem merecia indicação: Killing Eve é um nome a ser cogitado, apesar de realmente não ser melhor do que aquelas que entraram na lista.

 

Melhor série de comédia

Atlanta

Barry

Black-ish

Curb Your Enthusiasm

Glow

The Marvelous Mrs. Maisel

Silicon Valley

Unbreakable Kimmy Schmidt

 

Quem merece vencer: a categoria de comédia está polarizada em dois nomes, The Marvelous Mrs. Maisel e Atlanta. É uma escolha difícil, mas ficaria com Atlanta, que certamente apresentou a temporada mais incrível do período 2017/2018. É válida a discussão de ela não ser exatamente uma comédia – e pensar dessa forma faz com que Mrs. Maisel assuma a dianteira, até mesmo porque teve um ano de estreia genial. Todavia, já que Atlanta está nesta categoria, não tem como não premiar o trabalho. Teddy Perkins é um dos episódios mais emblemáticos da história televisiva.

Quem não merece vencer: Unbreakable Kimmy Schmidt é só uma sombra do que já foi, nem mesmo Titus Andromedon a salva da queda. A quinta temporada de Silicon Valley nem tentei assistir, já que a quarta foi horrível o suficiente para nunca mais querer acompanhar a produção.

Quem merecia indicação: há vários nomes que poderiam estar concorrendo. Transparent, mesmo com toda a polêmica que teve; Mozart in the Jungle, que encerrou sua história sem o devido reconhecimento do Emmy; The Good Place, que é muito inventiva; Onde Day at a Time, o remake que precisávamos; Insecure, mais um acerto da HBO; e Dear White People, com certeza a mais injustiçada.

 

Melhor série limitada

The Alienist

The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story

Genius: Picasso

Godless

Patrick Melrose

 

Quem merece vencer: o troféu tem mais chances de ir para American Crime Story, que é ótima. No entanto, preferiria a vitória de Patrick Melrose, que parece melhor lapidada. De qualquer forma, se vencer ACS não será algo ruim. A atração, apesar de não entregar exatamente o que prometeu, foi um trabalho muito acima da média desta categoria.

Quem não merece vencer: Godless definitivamente não seria uma falta sentida se tivesse ficado de fora. The Alienist é apenas boa, nada mais do que isso.

Quem merecia indicação: The Sinner, apesar dos seus problemas, é uma escolha aceitável para integrar a lista. Muito melhor que The Alienist, por exemplo.

 

Assista ao TempTV sobre os favoritos do público para o Emmy:

 

Melhor ator em série de drama

Jason Bateman (Ozark)

Sterling K. Brown (This Is Us)

Ed Harris (Westworld)

Matthew Rhys (The Americans)

Milo Ventimiglia (This Is Us)

Jeffrey Wright (Westworld)

 

Quem merece vencer: a disputa fica entre Sterling K. Brown, nome que arrasou nas últimas premiações, e Matthew Rhys, que, assim como The Americans, é considerado injustiçado. Jon Hamm, por exemplo, venceu na temporada derradeira de Mad Men – um reconhecimento muito merecido, diga-se de passagem. Se ocorrer o mesmo agora, não será ruim. Rhys está bem no papel e tem a minha torcida. Por outro lado, ficando com Brown será igualmente justo.

Quem não merece vencer: Ed Harris definitivamente não tem um papel para competir com os demais. Sua indicação assemelha-se a de Anthony Hopkins pela primeira temporada de Westworld. Ou seja, sem chance de ir adiante.

Quem merecia indicação: Justin Hartley melhorou muito no segundo ano de This Is Us e é um nome a ser considerado na categoria principal.

 

Melhor atriz em série de drama

Claire Foy (The Crown)

Tatiana Maslany (Orphan Black)

Elisabeth Moss (The Handmaid’s Tale)

Sandra Oh (Killing Eve)

Keri Russell (The Americans)

Evan Rachel Wood (Westworld)

 

Quem merece vencer: uma seleção de nomes fortes. Elisabeth Moss tem tudo para levar. Apesar de ser quase certo e ela merecer, não seria ruim se o prêmio fosse para Claire Foy ou Keri Russell. Ambas despedem-se de suas respectivas personagens e entregaram trabalhos maravilhosos. São nomes a ser considerados, mesmo que tenhamos a superioridade de Moss.

Quem não merece vencer: Sandra Oh é ótima, mas não ganhou o melhor personagem possível para bater de frente com as concorrentes. Talvez Tatiana Maslany seja prejudicada pela qualidade duvidosa de Orphan Black.

Quem merecia indicação: Mandy Moore, de This Is Us, é uma falta sentida. Seria um ótimo nome para ser adicionado a uma lista já muito boa.

 

Melhor ator em série de comédia

Donald Glover (Atlanta)

Bill Hader (Barry)

Anthony Anderson (Black-ish)

William H. Macy (Shameless)

Larry David (Curb Your Enthusiasm)

Ted Danson (The Good Place)

 

Quem merece vencer: assim como em demais categorias, há uma polarização ao redor de dois nomes – neste caso, Donald Glover e Bill Hader. Eu particularmente ficaria com Glover por causa de um único episódio: Teddy Perkins.

Quem não merece vencer: Ted Danson é bom, mas não está em pé de igualdade com os dois concorrentes mais fortes.

Quem merecia indicação: enquanto fã de Brooklyn Nine-Nine, daria uma chance para Andy Samberg.

 

Melhor atriz em série de comédia

Pamela Adlon (Better Things)

Rachel Brosnahan (The Marvelous Mrs. Maisel)

Tracee Ellis Ross (Black-ish)

Allison Janney (Mom)

Lily Tomlin (Grace and Frankie)

Issa Rae (Insecure)

 

Quem merece vencer: esta é provavelmente a aposta mais segura até agora, pois Rachel Brosnahan é de longe o nome mais comentado. A atriz brilhou como protagonista de Mrs. Maisel e tem tudo para levar o prêmio.

Quem não merece vencer: não há nenhum nome específico para ser mencionado. São boas atrizes ofuscadas pelo destaque de Brosnahan.

Quem merecia indicação: Alison Brie, de Glow, infelizmente ficou de fora. É uma pena, pois ela é realmente talentosa. Jane Fonda, de Grace and Frankie, é outro nome de peso que não passou do ponto de corte.

 

Melhor ator em série limitada ou telefilme

Antonio Banderas (Genius: Picasso)

Darren Criss (The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story)

Benedict Cumberbatch (Patrick Melrose)

Jeff Daniels (The Looming Tower)

John Legend (Jesus Christ Superstar)

Jesse Plemons (USS Callister)

 

Quem merece vencer: Darren Criss está na frente desta disputa e merece levar o prêmio. Ele foi perfeito em ACS e mostra grande amadurecimento desde os tempos de Glee. Benedict Cumberbatch também apresentou um trabalho brilhante e é o segundo nome a ser considerado.

Quem não merece vencer: Jesse Plemons não chega perto dos seus concorrentes. Aliás, nem ele nem Black Mirror entregaram tanto quanto esperávamos.

Quem merecia indicação: Jared Harris ou Tobias Menzies, de The Terror.

 

Melhor atriz em série limitada ou telefilme

Laura Dern (The Tale)

Jessica Biel (The Sinner)

Michelle Dockery (Godless)

Edie Falco (The Menendez Murders)

Regina King (Seven Seconds)

Sarah Paulson (American Horror Story: Cult)

 

Quem merece vencer: Laura Dern é nome certo para vitória assim como dois mais dois são quatro.

Quem não merece vencer: Sarah Paulson é uma grande atriz em um papel ruim. Lamentavelmente, AHS não entrega há tempos um material digno de reconhecimento da crítica.

Quem merecia indicação: Carey Mulligan fez um belo trabalho em Collateral.

 

Ator coadjuvante em série de drama

Nikolaj Coster-Waldau (Game of Thrones)

Peter Dinklage (Game of Thrones)

Joseph Fiennes (The Handmaid’s Tale)

David Harbour (Stranger Things)

Mandy Patinkin (Homeland)

Matt Smith (The Crown)

 

Quem merece vencer: esta categoria realmente não chama muita atenção. Daria meu voto para Joseph Fiennes, mas sem convicção alguma. Não consigo ver nenhum deles destacando-se dos demais a ponto de ser o favorito.

Quem não merece vencer: se ódio pelo personagem fosse um critério, diria Matt Smith.

Quem merecia indicação: Noah Emmerich fez um trabalho decente em The Americans.

 

Atriz coadjuvante em série de drama

Alexis Bledel (The Handmaid’s Tale)

Millie Bobby Brown (Stranger Things)

Ann Dowd (The Handmaid’s Tale)

Lena Headey (Game of Thrones)

Vanessa Kirby (The Crown)

Thandie Newton (Westworld)

Yvonne Strahovski (The Handmaid’s Tale)

 

Quem merece vencer: se os coadjuvantes masculinos pouco empolgam, as coadjuvantes estão em uma das melhores disputas deste ano. Todas são espetaculares. Da jovem promessa Millie Bobby Brown até Ann Dowd, premiada no ano passado. Por mais que ame Lena Headey, Alexis Bledel e Vanessa Kirby, creio que Yvonne Strahovski é um dos grandes destaques do ano. Ela foi a surpresa positiva da segunda temporada de The Handmaid’s Tale.

Quem não merece vencer: todas merecem.

Quem merecia indicação: Chrissy Metz, de This Is Us. É uma pena que ela tenha sido deixada de lado em um ano tão forte para esta categoria.

 

Ator coadjuvante em série de comédia

Louie Anderson (Baskets)

Alec Baldwin (Saturday Night Live)

Tituss Burgess (Unbreakable Kimmy Schmidt)

Brian Tyree Henry (Atlanta)

Tony Shalhoub (The Marvelous Mrs. Maisel)

Kenan Thompson (Saturday Night Live)

Henry Winkler (Barry)

 

Quem merece vencer: se Yvonne Strahovski foi o grande nome da segunda temporada de The Handmaid’s Tale, Brian Tyree Henry foi quem mais surpreendeu em Atlanta. Ele incontestavelmente roubou a atenção para ele e entregou uma atuação forte e emocionante.

Quem não merece vencer: Henry Winkler está bem em Barry, mas não está nem perto de Brian Tyree Henry.

Quem merecia indicação: Andre Braugher, de Brooklyn Nine-Nine.

 

Atriz coadjuvante em série de comédia

Zazie Beetz (Atlanta)

Alex Borstein (The Marvelous Mrs. Maisel)

Aidy Bryant (Saturday Night Live)

Betty Gilpin (Glow)

Leslie Jones (Saturday Night Live)

Kate McKinnon (Saturday Night Live)

Laurie Metcalf (Roseanne)

Megan Mullally (Will & Grace)

 

Quem merece vencer: fica difícil falar quando não acompanhamos Saturday Night Live. Entre as opções conferidas, ficaria com Alex Borstein.

Quem não merece vencer: Zazie Beetz tem um papel diminuto em Atlanta.

Quem merecia indicação: como podem deixar Rita Moreno de fora? Ela é a força que move One Day at a Time e sua falta é incompreensiva.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s