Especial: Troféu Temp 2017

O ano está acabando e é hora de escolher quais foram os grandes destaques de 2017. Entre séries, minisséries e telefilmes, muitas produções conquistaram nossos corações por diferentes motivos. Abaixo, uma lista com atrações e atores que se sobressaíram e merecem o Troféu Temp.

 

Melhor atração do ano: The Handmaid’s Tale

Além de unir um roteiro bem escrito, atuações primorosas, direção mais que competente e fotografia formidável, a série retrata perfeitamente o medo que vivemos. O avanço do conservadorismo, seja no Brasil ou nos EUA, faz com que o futuro assuma feições nada agradáveis. É a ficção em sua força máxima ligando o sinal de alerta para os descaminhos da nossa sociedade.

 

Melhor série dramática: The Crown

A produção apresenta o passado da rainha do Reino Unido de forma muito competente. Tecnicamente impecável, prende nossa atenção com maestria e felizmente está bem distante dos contos de fadas sobre a realeza.

 

Melhor série cômica: Master of None

Por mais que a primeira temporada tenha sido interessante, a segunda elevou a qualidade de maneira impressionante. Episódios como New York, I Love You e Thanksgiving certamente estão na lista dos melhores já produzidos para a TV.

 

Melhor minissérie: Feud

A legendária disputa entre Bette Davis e Joan Crawford ganhou contornos sedutores nas mãos de Jaffe Cohen, Ryan Murphy e Michael Zam. Verdade seja dita, seria muito difícil isso não ocorrer quando temos Jessica Lange e Susan Sarandon como protagonistas.

 

Melhor telefilme: Okja

Por mais que seja um pouco polêmico eleger este filme, já que ele inclusive passou por um festival de cinema, é uma produção feita para a televisão – Netflix, no caso, uma das representantes da nova forma de pensar TV. A atração é cativante e traz uma bonita mensagem, além de ser muito bem conduzida.

 

Melhor episódio: The Book of Nora (The Leftovers)

Amada pela crítica e esnobada pelas premiações, a série mostrou todo seu potencial no capítulo derradeiro. Um fim emocionante para uma trajetória com alguns sobressaltos.

 

Melhor atriz: Nicole Kidman (Big Little Lies)

Kidman apresentou a performance mais impactante do ano. Conseguiu elevar a qualidade de uma produção superestimada e merece todos os prêmios possíveis.

 

Melhor ator: Sterling K. Brown (This Is Us)

Sem sombra de dúvidas, Brown é o melhor elemento da série. Sua subtrama com o pai biológico nos presenteou com momentos emocionantes e provou que ele é um dos atores mais expressivos desta geração.

 

Melhor atriz coadjuvante: Judith Light (Transparent)

Light tem o poder de nos fazer sorrir e chorar com a mesma intensidade. Mesmo que a comédia dramática tenha perdido um pouco da qualidade em sua quarta temporada, a atriz segue incrível e merece mais do que nunca o prêmio.

 

Melhor ator coadjuvante: Tituss Burgess (Unbreakable Kimmy Schmidt)

Verdadeiro protagonista da comédia, Burgess arranca gargalhadas de nós em todas as suas cenas. É preciso dar mais reconhecimento para o talento dele.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s