Especial: quem merece vencer no Emmy 2017

Sem Game of Thrones na competição deste ano, quem destacou-se no 69º Emmy Awards foi Westworld, com 22 indicações, e Stranger Things, 18. Tradando-se das emissoras, as campeãs foram a HBO, com 110 indicações, a Netflix, 91, e a NBC, 60.

Claro que ter o maior número de nomeações nem sempre se traduz em prêmios – assim como ter o melhor trabalho não necessariamente se traduz em vitória. Abaixo, o Temporada comenta quem merece e não merece vencer nas principais categorias, além pontuar algumas faltas sentidas.

 

Melhor Série de Drama

Better Call Saul (AMC)

Stranger Things (Netflix)

House of Cards (Netflix)

The Crown (Netflix)

The Handmaid’s Tale (Hulu)

This Is Us (NBC)

Westworld (HBO)

 

Quem merece ganhar: The Handmaid’s Tale, que é tecnicamente excelente e traz uma trama muito atual e necessária, é certamente a melhor. Por sua produção impecável, The Crown também poderia levar, mas não tem a mesma importância no contexto que vivemos. Westworld é uma ótima aventura com uma reta final surpreendente, mas não merece tanto quanto as primeiras citadas.

Quem não merece ganhar: This Is Us, que tem problemas de roteiro; Better Call Saul, que demorou meia temporada para empolgar; Stranger Things, superestimada pelo seu apelo nostálgico; e House of Cards, de longe a pior na disputa.

Quem merecia indicação: Rectify, que fechou sua jornada de forma muito sensível no quarto ano.

 

Melhor Série de Comédia

Atlanta (FX)

Black-ish (ABC)

Master of None (Netflix)

Modern Family (ABC)

Silicon Valley (HBO)

Unbreakable Kimmy Schmidt (Netflix)

Veep (HBO)

 

Quem merece ganhar: Master of None surpreendeu em sua segunda temporada e apresentou episódios simplesmente brilhantes. É quem tem mais méritos entre as atrações desta lista, que é bem concorrida e deixou ótimas produções de fora. Atlanta, que é a aposta de muitos, também seria uma escolha acertada. Assim como Veep, sempre genial. No caso desta, apenas pondero o fato de já ter vitórias anteriores e seria mais interessante mudar um pouco.

Quem não merece ganhar: Modern Family é uma dessas obras que não compreendo como têm tanto suporte da crítica. Já passou sua hora de ser esquecida. Silicon Valley apresenta um resultado apenas regular e rouba o espaço de comédias muito melhores.

Quem merecia indicação: Transparent, uma das melhores atrações da TV, Mozart in the Jungle, cada vez mais divertida e interessante, e Freabag, outra surpresa positiva ao lado de Atlanta.

 

Melhor Minissérie ou Série Limitada

Big Little Lies (HBO)

Fargo (FX)

Feud: Bette and Joan (FX)

Genius (NatGeo)

The Night Of (HBO)

 

Quem merece ganhar: Feud: Bette and Joan é a atração mais completa de uma lista formidável. Gostaria muito que ganhasse, apesar de não ser o quadro que se desenha atualmente. The Night Of também merece muito. Fargo apresentou um ano mais fraco, mas ainda assim é muito superior a quase tudo que vemos na telinha.

Quem não merece ganhar: Big Little Lies é a preferida para a categoria. Entretanto, considero a mais problemática das que assisti – não pude conferir Genius.

Quem merecia indicação: American Crime apresentou uma terceira temporada bem irregular, mas não seria ruim se constasse na lista.

 

Melhor Ator em Série de Drama

Anthony Hopkins (Westworld)

Bob Odenkirk (Better Call Saul)

Kevin Spacey (House of Cards)

Matthew Rhys (The Americans)

Liev Schreiber (Ray Donovan)

Sterling K. Brown (This Is Us)

Milo Ventimiglia (This Is Us)

 

Quem merece ganhar: Sterling K. Brown tem um talento comparável ao da Viola Davis. Sobressai-se aos colegas e faz com que This Is Us valha ser assistida. Bob Odenkirk também merece muito a estatueta.

Quem não merece ganhar: Anthony Hopkins só levaria pelo peso do seu nome, não pelo papel.

Quem merecia indicação: Wagner Moura estava incrível como Pablo Escobar em Narcos. Realmente sua atuação é muito mais interessante que a de Spacey ou Ventimiglia, por exemplo.

 

Melhor Atriz em Série de Drama

Claire Foy (The Crown)

Elisabeth Moss (The Handmaid’s Tale)

Evan Rachel Wood (Westworld)

Keri Russell (The Americans)

Robin Wright (House of Cards)

Viola Davis (How to Get Away with Murder)

 

Quem merece ganhar: todas são incríveis. Em uma das categorias mais difíceis, torço por Evan Rachel Wood, apesar da vitória quase certa de Elisabeth Moss.

Quem não merece ganhar: nenhuma.

Quem merecia indicação: Claire Danes ainda é o melhor de Homeland e Carrie Coon entregou um trabalho profundo em The Leftovers.

 

Melhor Ator Coadjuvante em Série de Drama

David Harbour (Stranger Things)

Jeffrey Wright (Westworld)

John Lithgow (The Crown)

Jonathan Banks (Better Call Saul)

Mandy Patinkin (Homeland)

Ron Cephas Jones (This Is Us)

Michael Kelly (House of Cards)

 

Quem merece ganhar: John Lithgow é o preferido e deve ganhar. Seu desempenho como Winston Churchill é impecável. Correndo por fora temos Ron Cephas Jones, que emocionou muito.

Quem não merece ganhar: seria injusto se qualquer um dos outros levasse. Apesar de serem bons atores, seus personagens não são tão marcantes e não há uma entrega tão grande.

Quem merecia indicação: Michael McKean e seu detestável personagem em Better Call Saul.

 

Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Drama

Ann Dowd (The Handmaid’s Tale)

Chrissy Metz (This Is Us)

Millie Bobby Brown (Stranger Things)

Thandie Newton (Westworld)

Samira Wiley (The Handmaid’s Tale)

Uzo Aduba (Orange Is the New Black)

 

Quem merece ganhar: Ann Dowd é uma ótima escolha. Ela causa arrepios quando aparece em The Handmaid’s Tale. Thandie Newton também é um bom nome.

Quem não merece ganhar: nenhuma.

Quem merecia indicação: Yvonne Strahovski poderia estar na lista por The Handmaid’s Tale.

 

Melhor Ator em Série de Comédia

Anthony Anderson (Black-ish)

Aziz Ansari (Master of None)

Donald Glover (Atlanta)

Jeffrey Tambor (Transparent)

Zach Galifianakis (Baskets)

William H. Macy (Shameless)

 

Quem merece ganhar: não gosto de muitas repetições, mas Jeffrey Tambor merece mais uma estatueta. Todavia, devo dizer que é uma categoria em que pouco posso opinar, pois não acompanho três dessas séries.

Quem não merece ganhar: Donald Glover é o grande nome por trás do sucesso de Atlanta. Entretanto, tratando-se apenas deste quesito, ele é bem mais fraco que seus concorrentes.

Quem merecia indicação: Gael Garcia Bernal está formidável em Mozart in the Jungle.

 

Melhor Atriz em Série de Comédia

Pamela Adlon (Better Things)

Ellie Kemper (Unbreakable Kimmy Schmidt)

Alison Janney (Mom)

Julia Louis-Dreyfus (Veep)

Lily Tomlin (Grace & Frankie)

Jane Fonda (Grace & Frankie)

Tracee Ellis Ross (Black-ish)

 

Quem merece ganhar: Julia Louis-Dreyfus é a rainha da comédia e merece continuar com a coroa. Vale ressaltar que é interessante que eles reconheçam a importância da dupla Tomlin e Fonda.

Quem não merece ganhar: Ellie Kemper é boa, mas não teve seu melhor ano.

Quem merecia indicação: deixar Phoebe Waller-Bridg de fora da lista é muito triste. Ela é a alma de Fleabag.

 

Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia

Alec Baldwin (Saturday Night Live)

Louie Anderson (Baskets)

Matt Walsh (Veep)

Tituss Burgess (Unbreakable Kimmy Schmidt)

Tony Hale (Veep)

Ty Burrell (Modern Family)

 

Quem merece ganhar: as apostas vão para Alec Baldwin de Saturday Night Live, que não acompanho. Fico com Tituss Burgess, verdadeiro protagonista de Unbreakable Kimmy Schmidt. Tony Hale levar a melhor também seria interessante.

Quem não merece ganhar: Matt Walsh apresenta um desempenho pior que o de seu colega de série. Ty Burrell, apesar de ser uma das poucas coisas ainda interessantes em Modern Family, já teve o devido reconhecimento.

Quem merecia indicação: Simon Helberg, mesmo que The Big Bang Theory já tenha perdido boa parte do brilho.

 

Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia

Anna Chlumsky (Veep)

Vanessa Bayer (Saturday Night Live)

Judith Light (Transparent)

Kate McKinnon (Saturday Night Live)

Kathryn Hahn (Transparent)

Leslie Jones (Saturday Night Live)

 

Quem merece ganhar: fica difícil opinar numa categoria dominada por Saturday Night Live. Tirando elas, minha torcida vai para Judith Light, grande nome da última temporada de Transparent. O último episódio do terceiro ano foi sua consagração em nossos corações.

Quem não merece ganhar: nenhuma.

Quem merecia indicação: Gaby Hoffmann, também por Transparent.

 

Melhor Ator em Série Limitada ou Telefilme

Benedict Cumberbatch (Sherlock: The Lying Detective)

Ewan McGregor (Fargo)

Geoffrey Rush (Genius)

John Turturro (The Night Of)

Riz Ahmed (The Night Of)

Robert De Niro (The Wizard of Lies)

 

Quem merece ganhar: John Turturro é o melhor deles. Contudo, essa é uma categoria que realmente não me importo muito.

Quem não merece ganhar: a própria indicação já é uma vitória para Riz Admed.

Quem merecia indicação: não consigo pensar num nome melhor para uma categoria tão sem graça.

 

Melhor Atriz em Série Limitada ou Telefilme

Carrie Coon (Fargo)

Jessica Lange (Feud: Bette and Joan)

Nicole Kidman (Big Little Lies)

Felicity Huffman (American Crime)

Reese Witherspoon (Big Little Lies)

Susan Sarandon (Feud: Bette and Joan)

 

Quem merece ganhar: no grande confronto da noite, Nicole Kidman sai na dianteira. Susan Sarandon segue-a de perto com reais chances de vitória. Um pouco mais para trás, correm a lenda Jessica Lange e a destemida Carrie Coon.

Quem não merece ganhar: Felicity Huffman e Reese Witherspoon são excelentes, mas, caso vencessem, seria frustrante.

Quem merecia indicação: Oprah Winfrey, protagonista de The Immortal Life of Henrietta Lacks, ficou de fora. A coisa é tão séria que a Oprah ficou de fora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s